Yahoo Web Search

  1. Armas Reais da Inglaterra – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Armas_Reais_da_Inglaterra

    Mesmo assim, apesar de fazer referência a união pessoal com a Escócia, as Armas Reais da Inglaterra permaneceram diferentes das Armas Reais da Escócia até os dois reinos terem se unido em 1707 sob a rainha Ana, levando à criação do Real Brasão da Grã-Bretanha.

    • Goles, três leões passant guardant or em pala, armados e linguados azure
    • Idade Média (com várias modificações)
  2. Reino Unido – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Reino_Unido

    A dívida total do governo do Reino Unido subiu de 44,5% do PIB em dezembro de 2007 para 76,1% do PIB em dezembro de 2010. [ 206 ] [ 207 ] Arranha-céus na Cidade de Londres , o maior centro financeiro da Europa e um dos três maiores do planeta, ao lado de Nova Iorque e Tóquio .

    • Londres
    • Londres, 51°30'N 00°07'W
  3. Isabel II do Reino Unido – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Isabel_II_da_Inglaterra

    De 21 de abril de 1944 até sua ascensão, o brasão de Isabel consistia em um losango com o real brasão de armas do Reino Unido diferenciado por um lambel de três pés, o pé central tendo a Rosa de Tudor e o primeiro e terceiro tendo a Cruz de São Jorge. [208]

  4. Wikizero - Armas Reais da Inglaterra

    www.wikizero.com › pt › Armas_Reais_da_Inglaterra

    Em heráldica, as Armas Reais da Inglaterra [1] são um brasão adotado pela primeira vez como as armas pessoais dos reis da Casa de Plantageneta no final do século XII. Eles continuam a simbolizar a Inglaterra na mente popular (apesar de historiacamente nações nunca portarem armas, apenas pessoas) e seus monarcas. [2]

  5. Diana, Princesa de Gales – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Diana_Frances_Spencer

    Como esposa do Príncipe de Gales, Diana usava um brasão de armas que incluía o real brasão de armas do Reino Unido com um plano, um escudo e um letreiro do brasão de armas do principado de Gales (o brasão do Príncipe de Gales), juntando dois brasões em um escudo com o 1° e o 4° quarteis plano branco, e o 2° e o 3° quartéis ...

  6. Brasões - Escudos - Bandeiras: REINO UNIDO ' Brasão de Armas ...

    simbologyworld.blogspot.com › 2011 › 03

    Mar 20, 2011 · O Real Brasão de Armas do Reino Unido são as armas oficiais da monarca britânica, atualmente Rainha Isabel II. Essas armas são usadas pela rainha em sua capacidade oficial como monarca, sendo oficialmente conhecido como as suas Arms of Dominion. Variantes da Real Armas são usados por outros membros da Família Real.

  7. Inglaterra 5 £ 2019 Reino Unido Yale brasão de armas prata ...

    www.coisas.com › Inglaterra-5--2019-Reino-Unido

    Inglaterra 5 £ 2019 Reino Unido Yale brasão de armas prata no Coisas. Europeias, Moedas e Lojas na Internet - #230844410

  8. Filmes e séries sobre Reino Unido | Melhores e Novos filmes

    filmestipo.com › sobre › 204-reino-unido

    A lista contém os melhores, novos e mais adequados "filmes sobre Reino Unido" ordenados por relevância. O sistema de recomendação escolheu filmes e séries de suspense, realista, grave, cativante, tenso e cómico sobre / em que / com enredo Reino Unido, vingança, assassinato, morte, cachorro, brutalidade, violência, britânico, perigo e traição principalmente, gêneros de Drama ...

  9. Ao ataque: conheça 15 armas insanas usadas na época medieval ...

    www.megacurioso.com.br › historia-e-geografia
    • 15 – Adagas Triplas Com Mola
    • 14 – Estrela Da Manhã
    • 13 – Escudos de Arma
    • 12 – Trabucos E Catapultas
    • 11 – Arbalest
    • 10 – Quebradores de Espadas
    • 9 – Carruagens Com Foices
    • 8 – Óleo Fervente
    • 7 – Pega-Homens
    • 6 – Hunga Mungas

    Usadas por espadachins, essas pequenas lâminas pareciam com uma faca de combate comum quando observadas de relance. A surpresa vinha quando, no momento mais apropriado, o seu usuário ativava um mecanismo de molas que abria mais duas superfícies cortantes e perfurantes – para o azar de seu adversário desavisado.

    Com o surgimento das cotas de malha e outros tipos de armaduras, as armas cortantes comuns rapidamente se tornaram ineficientes em combates. A solução mais simples foi então substitui-las por versões refinadas dos armamentos contusivos que existiam desde os tempos antigos. Foi então que surgiu a estrela da manhã, uma maça composta por uma esfera de metal maciço com espinhos, presa diretamente a um cabo ou pendurada por uma corrente.

    À primeira vista, esses escudos redondos de madeira podem até parecer não ter nada de especial. O diferencial deles era a presença de um pequeno orifício que permitia a passagem dos canos das primeiras armas de fogo ou armamentos similares. Nada melhor do que unir defesa e ataque, não?

    Muito antes do advento dos mísseis, os exércitos tinham que usar a criatividade para atacar e invadir locais reforçados, como castelos e cidades muradas. Pensando nisso, foram desenvolvidos os trabucos e catapultas, armas de cerco que eram usadas para lançar pedregulhos, explosivos e detritos em geral contra as fortalezas inimigas. De forma mais “sutil”, esses equipamentos também eram usados para jogar cadáveres de pessoas e animais dentro das cidades reforçadas. A ideia era propagar doenças no abrigo dos inimigos, forçando-os a abrir suas portas e lutar do lado de fora.

    Ancestrais das bestas modernas, essas armas eram muito maiores do que as versões que conhecemos hoje e permitiam que seus portadores atirassem até dois virotes por minuto. Algumas pessoas as definem como armas injustas para a época medieval, já que permitiam atacar e matar soldados e cavaleiros habilidosos a partir de longas distâncias, tornando inúteis seus anos de treinamento.

    Esse tipo de espada especial vinha com resistentes e profundos “dentes” na região mais próxima da sua guarda. Espadachins habilidosos eram capazes de usá-las para desarmar seus oponentes, prendendo suas espadas nas protuberâncias e quebrando suas lâminas com um rápido e preciso movimento de pulso.

    Feitas com algumas lâminas de dois gumes extremamente afiadas fixadas em suas rodas, essas carruagens eram usadas para diminuir rapidamente os inúmeros inimigos nos campos de batalha. Bastava que um homem tomasse controle e corresse no meio das tropas adversárias para que vários soldados fossem cortados ao meio.

    Dado que muitas vezes as tropas adversárias conseguiam alcançar a muralhas dos castelos e prontamente se punham a escalá-las, era preciso criar uma forma eficiente de impedir sua subida. E por que não escaldá-los com óleo fervente? O líquido rapidamente incapacitava quem fosse atingido. E, se faltasse óleo, bastava fazer o mesmo com água.

    Feitas especialmente para capturar pessoas que estivessem montadas em cavalos, essas armas exóticas consistiam em estruturas amplas e afiadas com formatos variados presas nas pontas de madeiras longas. Uma vez que o alvo tivesse seu pescoço envolto pelo aparato, era praticamente impossível escapar sem tê-lo perfurado ou cortado por umas das pontas afiadas.

    Por mais que seu nome soe engraçado, essas lâminas curvadas dotadas de múltiplas pontas não eram nenhuma brincadeira. Com as várias possibilidades de ataques que ela dava ao usuário, uma investida de alguém com uma dessas se tornava algo bastante imprevisível – e muito mais difícil de bloquear. Para coroar, elas ainda podiam ser usadas como armas de arremesso.

  10. 10 Armas reais que parecem obra de ficção científica

    hypescience.com › 26282-10-armas-que-parecem-obra

    Isto tudo e para o plano dos iluminati que e o exterminio de 80%da população mundial estas armas serão usadas contra você e suas familias pois a nova ordem mundial esta sendo instalada para a vinda do anticristo , mas não se preocupe aceita JESUS CRISTO como salvador que você tera uma chance a quem interreçar faça uma pesquisa sobre a ...

  11. People also search for