Yahoo Web Search

  1. About 190,000 search results
  1. Em decorrência desses acontecimentos, a coroa portuguesa tentou, mais uma vez, transformar o Brasil em uma colônia, privando o país do estatuto de Reino, adquirido em 1815. [70] Os brasileiros se recusaram a ceder e D. Pedro ficou com eles , declarando a independência do país do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves , em 7 de setembro ...

  2. A Wikipédia em português, Wikipédia em língua portuguesa ou Wikipédia lusófona é a versão em língua portuguesa da Wikipédia, a enciclopédia de licença livre. A palavra " lusófona " refere-se a um país ou povo que tem como língua oficial o português. Além de ser o sexto site mais acessado do mundo, a Wikipédia é o décimo nono ...

  3. Music é o oitavo álbum de estúdio da cantora americana Madonna.O seu lançamento ocorreu em 18 de setembro de 2000, através das gravadoras Maverick e Warner Bros..Em setembro de 1999, Madonna iniciaria uma turnê para promover seu Ray of Light, mas teve que adiar devido ao atraso das filmagens de The Next Best Thing (1999).

    • História
    • Léxico
    • Fonologia
    • Ortografia
    • Gramática
    • Semântica
    • Diglossia
    • Ver também
    • Ligações Externas

    Línguas indígenas americanas ou ameríndias

    Antes da chegada dos portugueses, estima-se que cerca de 1.500 línguas diferentes eram faladas no território que veio a ser o Brasil. Essas são agrupadas em famílias, classificadas como pertencentes aos troncos Tupi, Macro-jê e Aruaque. Há famílias, entretanto, que não puderam ser identificadas como relacionadas a nenhum destes troncos. São elas: Karib, Pano, Maku, Yanomami, Mura, Tukano, Katukina, Txapakura, Nambikwara e Guaikuru. Evidentemente, o facto de duas sociedades indígenas americana...

    O português no Brasil

    Com a saída dos holandeses em 1654, o português passou a ser a única "Língua de Estado" do Brasil. No fim do século XVII, os bandeirantes iniciaram a exploração do interior do continente, e descobriram ouro e diamantes. Devido a isso, o número de imigrantes portugueses no Brasil e o número de falantes da Língua Portuguesa no Brasil passaram a aumentar, superando os falantes da língua geral (derivada do tupinambá). Em 17 de agosto de 1758, o Marquês de Pombal instituiu o português como a língu...

    Ainda que o léxico brasileiro seja o mesmo que o do português europeu, existe uma série de regionalismosque podem gerar confusão e desentendimentos entre os falantes das duas variantes. Há ainda as palavras que, apesar de estarem dicionarizadas em ambos os países (Brasil e Portugal), não são utilizadas por um ou por outro, gerando a mesma estranheza quando ouvidas ou lidas por um falante da outra variante.

    Os fonemas usados no português do Brasil são, muitas vezes, diferentes dos usados no português europeu, ou seja, uma mesma palavra tem notação fonética diferente no Brasil da dos outros países lusófonos. Existem vários dialetos dentro do português brasileiro e o europeu, entretanto, dentro de cada padrão, esses dialetos compartilham as mesmas peculiaridades básicas do ponto de vista fonético. O português brasileiro utiliza 34 fonemas, sendo treze vogais, dezenove consoantes e duas semivogais.

    Desde 1945, existiam duas normas ortográficas para o português: uma em vigor no Brasil e outra nos restantes países lusófonos. A maior parte das diferenças diz respeito às consoantes "mudas", que haviam sido eliminadas da escrita no Brasil. Por exemplo, as palavras ação e atual, que em Portugal eram grafadas acção e actual, mas ditas como no PB. Com a implementação do Acordo Ortográfico de 1990, aprovado pela Assembleia da República portuguesa e assinado pelo Presidente da República a 21 de julho de 2008, a maioria das consoantes mudas foram também eliminadas da ortografia oficial do português europeu, restando apenas um número pequeno de palavras que admitem ortografia dupla, geralmente quando a consoante é muda no português europeu, mas pronunciada no português brasileiro (por exemplo, em recepção), ou vice-versa (por exemplo, em facto).

    Afirmação e negação

    O português falado informal raramente usa o advérbio "sim".[carece de fontes?]Geralmente, no lugar dele é preferido o verbo em questão, como no exemplo: 1. — Cê foi na prefeitura? 2. — Fui. É comum se incluir a forma verbal "não é" (ou sua contração "né") no fim de perguntas, com função de ênfase. Por isso é comum responder a perguntas do tipo dizendo-se simplesmente "É". Isso revela uma tendência no português brasileiro de responder não a uma pergunta literal, mas ao que o interlocutor quis...

    Dícticos

    No português europeu, os pronomes demonstrativos têm três formas, correspondentes ao grau de proximidade do falante (isto/isso/aquilo, este/esse/aquele). No português brasileiro, os pares "isto" e "isso" e "este" e "esse" são com frequência usados indiferentemente à norma coloquial (na culta, a regra é a mesma). Na forma falada, fundiram-se na segunda forma.[41] Talvez para desfazer a ambiguidade gerada por essa fusão, é comum que o pronome demonstrativo venha acompanhado de um advérbio que i...

    Artigo definido antes do possessivo

    Em todas as variantes do português, é facultativo o uso de artigo definido antes de pronome possessivo: o meu filho e meu filho são ambos corretos. No entanto, é dito que no Brasil, em comparação a Portugal, há uma preferência maior pela ausência do artigo.[42]

    Muitas palavras, sem perderem o seu significado tradicional, enriqueceram-se com uma ou mais acepções novas no Brasil. Por exemplo, virar também significa transformar-se em e prosa é também utilizado com o sentido de loquaz, conversador ou gabarola.

    De acordo com alguns linguistas brasileiros contemporâneos (Bortoni, Kato, Mattos e Silva, Milton M. Azevedo,[57] Perini[58] e, mais recentemente, e com grande impacto, Bagno[59]), o português brasileiro seria uma língua caracterizada pela diglossia. Essa teoria afirma que há uma forma B, que seria a fórmula vernácula, língua materna de todos os brasileiros, e uma forma A (português brasileiro padrão), adquirido através da escolarização. A forma B representa uma forma simplificada da língua (em termos gramaticais, mas não fonéticos) que poderia ter-se desenvolvido do português do século XVI, com influências ameríndias e africanas, enquanto a forma A seria baseada no português europeu do século XIX(e muito parecida com o português europeu padrão, com diferenças pequenas de ortografia e gramática). Mário A. Perini, linguista brasileiro, chega a comparar a profundidade das diferenças entre as formas A e B do português brasileiro com as das diferenças entre o espanhol padrão e o portugu...

  4. Brazilian Portuguese ( português do Brasil, [poɾtʊˈɡez dʊ bɾaˈziw] or português brasileiro [poɾtʊˈɡez bɾaziˈlejɾʊ]) or also português sul americano is the set of dialects of the Portuguese language native to Brazil and the most influential form of Portuguese worldwide. It is spoken by almost all of the 200 million inhabitants ...

    • Brazil
    • 211,000,000 (2020)
    • Brazil
  5. en.wikipedia.org › wiki › BrazilBrazil - Wikipedia

    The word "Brazil" likely comes from the Portuguese word for brazilwood, a tree that once grew plentifully along the Brazilian coast. In Portuguese, brazilwood is called pau-brasil, with the word brasil commonly given the etymology "red like an ember," formed from brasa ("ember") and the suffix -il (from -iculum or -ilium).

    • +55
    • dd/mm/yyyy (CE)
  6. People also ask

    Quando começou o uso do português no Brasil?

    Qual é o significado do português brasileiro?

    Por que a língua portuguesa foi usada no Brasil?

    Quais são as diferenças entre o português e o Brasil?

  1. People also search for