Yahoo Web Search

  1. Brasil – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Brasil

    Em 12 de outubro de 1822, Pedro foi declarado o primeiro imperador do Brasil e coroado D. Pedro I em 1 de dezembro do mesmo ano, fundando, assim, o Império do Brasil. [69] A guerra da independência do Brasil, iniciada ao longo deste processo, propagou-se pelas regiões norte, nordeste e ao sul na província de Cisplatina. [70]

  2. Wikipédia em português – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Wikipédia_em_português

    A Wikipédia em português foi a terceira edição da Wikipédia a ser criada, simultaneamente com outras línguas. Iniciou suas atividades em 11 de maio de 2001, [1] tendo alcançado a marca de cem mil artigos em 26 de janeiro de 2006. [4] Seu primeiro editor foi João Mário Rodrigues Miranda, engenheiro químico português, nascido em Moçambique. [5]

  3. People also ask

    Quando começou o uso do português no Brasil?

    Qual é o significado do português brasileiro?

    Por que a língua portuguesa foi usada no Brasil?

    Quais são as diferenças entre o português e o Brasil?

  4. Português brasileiro – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Português_brasileiro
    • História
    • Léxico
    • Fonologia
    • Ortografia
    • Gramática
    • Semântica
    • Diglossia
    • Ver também
    • Ligações Externas

    Línguas indígenas americanas ou ameríndias

    Antes da chegada dos portugueses, estima-se que cerca de 1.500 línguas diferentes eram faladas no território que veio a ser o Brasil. Essas são agrupadas em famílias, classificadas como pertencentes aos troncos Tupi, Macro-jê e Aruaque. Há famílias, entretanto, que não puderam ser identificadas como relacionadas a nenhum destes troncos. São elas: Karib, Pano, Maku, Yanomami, Mura, Tukano, Katukina, Txapakura, Nambikwara e Guaikuru. Evidentemente, o facto de duas sociedades indígenas americana...

    O português no Brasil

    Com a saída dos holandeses em 1654, o português passou a ser a única "Língua de Estado" do Brasil. No fim do século XVII, os bandeirantes iniciaram a exploração do interior do continente, e descobriram ouro e diamantes. Devido a isso, o número de imigrantes portugueses no Brasil e o número de falantes da Língua Portuguesa no Brasil passaram a aumentar, superando os falantes da língua geral (derivada do tupinambá). Em 17 de agosto de 1758, o Marquês de Pombal instituiu o português como a língu...

    Ainda que o léxico brasileiro seja o mesmo que o do português europeu, existe uma série de regionalismosque podem gerar confusão e desentendimentos entre os falantes das duas variantes. Há ainda as palavras que, apesar de estarem dicionarizadas em ambos os países (Brasil e Portugal), não são utilizadas por um ou por outro, gerando a mesma estranheza quando ouvidas ou lidas por um falante da outra variante.

    Os fonemas usados no português do Brasil são, muitas vezes, diferentes dos usados no português europeu, ou seja, uma mesma palavra tem notação fonética diferente no Brasil da dos outros países lusófonos. Existem vários dialetos dentro do português brasileiro e o europeu, entretanto, dentro de cada padrão, esses dialetos compartilham as mesmas peculiaridades básicas do ponto de vista fonético. O português brasileiro utiliza 34 fonemas, sendo treze vogais, dezenove consoantes e duas semivogais.

    Desde 1945, existiam duas normas ortográficas para o português: uma em vigor no Brasil e outra nos restantes países lusófonos. A maior parte das diferenças diz respeito às consoantes "mudas", que haviam sido eliminadas da escrita no Brasil. Por exemplo, as palavras ação e atual, que em Portugal eram grafadas acção e actual, mas ditas como no PB. Com a implementação do Acordo Ortográfico de 1990, aprovado pela Assembleia da República portuguesa e assinado pelo Presidente da República a 21 de julho de 2008, a maioria das consoantes mudas foram também eliminadas da ortografia oficial do português europeu, restando apenas um número pequeno de palavras que admitem ortografia dupla, geralmente quando a consoante é muda no português europeu, mas pronunciada no português brasileiro (por exemplo, em recepção), ou vice-versa (por exemplo, em facto).

    Afirmação e negação

    O português falado informal raramente usa o advérbio "sim".[carece de fontes?]Geralmente, no lugar dele é preferido o verbo em questão, como no exemplo: 1. — Cê foi na prefeitura? 2. — Fui. É comum se incluir a forma verbal "não é" (ou sua contração "né") no fim de perguntas, com função de ênfase. Por isso é comum responder a perguntas do tipo dizendo-se simplesmente "É". Isso revela uma tendência no português brasileiro de responder não a uma pergunta literal, mas ao que o interlocutor quis...

    Dícticos

    No português europeu, os pronomes demonstrativos têm três formas, correspondentes ao grau de proximidade do falante (isto/isso/aquilo, este/esse/aquele). No português brasileiro, os pares "isto" e "isso" e "este" e "esse" são com frequência usados indiferentemente à norma coloquial (na culta, a regra é a mesma). Na forma falada, fundiram-se na segunda forma.[41] Talvez para desfazer a ambiguidade gerada por essa fusão, é comum que o pronome demonstrativo venha acompanhado de um advérbio que i...

    Artigo definido antes do possessivo

    Em todas as variantes do português, é facultativo o uso de artigo definido antes de pronome possessivo: o meu filho e meu filho são ambos corretos. No entanto, é dito que no Brasil, em comparação a Portugal, há uma preferência maior pela ausência do artigo.[42]

    Muitas palavras, sem perderem o seu significado tradicional, enriqueceram-se com uma ou mais acepções novas no Brasil. Por exemplo, virar também significa transformar-se em e prosa é também utilizado com o sentido de loquaz, conversador ou gabarola.

    De acordo com alguns linguistas brasileiros contemporâneos (Bortoni, Kato, Mattos e Silva, Milton M. Azevedo,[57] Perini[58] e, mais recentemente, e com grande impacto, Bagno[59]), o português brasileiro seria uma língua caracterizada pela diglossia. Essa teoria afirma que há uma forma B, que seria a fórmula vernácula, língua materna de todos os brasileiros, e uma forma A (português brasileiro padrão), adquirido através da escolarização. A forma B representa uma forma simplificada da língua (em termos gramaticais, mas não fonéticos) que poderia ter-se desenvolvido do português do século XVI, com influências ameríndias e africanas, enquanto a forma A seria baseada no português europeu do século XIX(e muito parecida com o português europeu padrão, com diferenças pequenas de ortografia e gramática). Mário A. Perini, linguista brasileiro, chega a comparar a profundidade das diferenças entre as formas A e B do português brasileiro com as das diferenças entre o espanhol padrão e o portugu...

  5. Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Wikipédia:Página_principal

    Len Fisher recebeu o Prêmio IgNobel de Física em 1999 por sua pesquisa sobre a melhor maneira de molhar um biscoito? … no inverno de 2020, Rio Branco, no estado amazônico do Acre, registrou uma temperatura de 12 °C às 15 h (horário de Brasília), dois graus mais baixa que em Bariloche, localidade de esqui na Argentina, no mesmo horário?

  6. Brazilian Portuguese - Wikipedia

    en.wikipedia.org › wiki › Brazilian_Portuguese

    Brazilian Portuguese (português do Brasil, [poɾtʊˈɡez dʊ bɾaˈziw] or português brasileiro [poɾtʊˈɡez bɾaziˈlejɾʊ]) or also português sul americano is the set of dialects of the Portuguese language native to Brazil and the most influential form of Portuguese worldwide.

    • Brazil
    • 211,000,000 (2020)
    • Brazil
  7. História do Brasil – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › História_do_Brasil

    Em 1808, com a transferência da corte portuguesa para o Brasil, fugindo da possível subjugação da França, consequência da Guerra Peninsular travada entre as tropas portuguesas e as de Napoleão Bonaparte, o Príncipe-regente Dom João de Bragança, filho da Rainha Dona Maria I, abriu os portos da então colônia, permitiu o funcionamento de fábricas e fundou o Banco do Brasil. Em 1815, o então Estado do Brasil foi elevado à condição de reino, unido aos reinos de Portugal e ...

  8. Língua portuguesa – Wikipédia, a enciclopédia livre

    pt.wikipedia.org › wiki › Língua_portuguesa

    Em março de 2006, o Museu da Língua Portuguesa, um museu interativo sobre o idioma, foi fundado em São Paulo, Brasil, a cidade com o maior número de falantes do português em todo o mundo. [ 14 ] O Dia Internacional da Língua Portuguesa é comemorado em 5 de maio . [ 15 ]

    • 5.ª como língua nativa, 6.ª como língua nativa e segunda língua
    • Alfabeto latino
  9. Brazil - Wikipedia

    en.wikipedia.org › wiki › Brazil

    Brazil ( Portuguese: Brasil; Brazilian Portuguese: [bɾaˈziw] ), officially the Federative Republic of Brazil, is the largest country in both South America and Latin America. It covers an area of 8,515,767 square kilometres (3,287,956 sq mi), with a population of over 211 million.

  10. Portugués brasileño - Wikipedia, la enciclopedia libre

    es.wikipedia.org › wiki › Portugués_brasileño
    • Historia
    • Fonología
    • Ortografía
    • Aspectos Gramaticales
    • Véase también
    • Enlaces Externos
    • Notas

    Antes de la llegada de los portugueses, se estima que se hablaban cerca de 1.500 lenguas diferentes en el actual territorio brasileño. Estos idiomas son agrupados en familias, clasificadas a su vez en las ramas tupí, macro-yê y aruak. Hay familias, sin embargo, que no pudieron ser identificadas como relacionadas ninguna de dichas ramas: Karib, Pano, Maku, Yanoama, Mura, Tukano, Katukina, Txapakura, Nambikwara y Guaikuru. Debe destacarse que el hecho de que dos sociedades indígenas hablen lenguas pertenecientes a la misma familia no implica que sus idiomas sean mutuamente inteligibles. Un ejemplo de esto se da entre el portugués y el francés: ambas son lenguas romances, pero sus hablantes no se entienden entre sí; a pesar de las muchas semejanzas lingüísticas existentes entre ambas. A pesar de que Brasil fue descubierto oficialmente en 1500 por los portugueses, su colonización comenzó efectivamente en 1532, de forma gradual. En esos treinta años, Brasil fue atacado por los holandeses...

    Sin duda, la diferencia más notable entre el portugués brasileño y el europeoes el acento, la manera de pronunciar las palabras. Los fonemas usados en el portugués de Brasil son, muchas veces, diferentes a los usados en el portugués europeo; es decir, una misma palabra tiene una notación fonética diferente en Brasil que en los otros países lusófonos. Existen varios dialectos dentro del portugués brasileño y el europeo. Dentro de cada patrón, estos dialectos comparten las mismas peculiaridades básicas desde el punto de vista fonético. El portugués brasileño utiliza treinta y cuatro fonemas, de las cuales trece son vocales, diecinueve consonantes y dos semivocales. Para un hispanohablante, la diferencia radicaría en que, al comparar los dos dialectos, el europeo sería mucho más cerrado y rígido que el brasileño, que es más abierto y nasal. Algunas diferencias fonéticas destacables entre Portugal y Brasil son las siguientes: 1. El sonido fuerte de la R, la realización alveolar vibrante...

    Algunas palabras en PB tienen diferencias de ortografía con respecto al PE. La mayor parte de estas diferencias se da respecto a las consonantes mudas, que fueron eliminadas en el PB tanto en la lengua hablada como en la escrita, en su mayor parte. Por ejemplo, las palabras ação y atual, en PE son escritas acção y actual aunque, al igual que en Brasil, el sonido /k/ no sea pronunciado. Existe una tentativa de unificar los dos sistemas ortográficos, organizado por la Comunidad de Países de Lengua Portuguesa (CPLP), que posee los Estatutos de la Comunidad de Países de Lengua Portuguesa. Con todo, la nueva reforma ortográfica está en este momento en vigor. Por tanto, el idioma portugués en todos los países donde se habla será escrito igual.

    Você y tu

    En Brasil, el pronombre de tratamiento você adquirió estatus de pronombre personal, y hubo una casi extinción del uso del tu y del vós (equivalente al castellano «vosotros»), aunque haya excepciones en algunas áreas geodialectales. El você en Portugal es utilizado solo en contextos más formales (similar al español «usted»), mientras que en Brasil es la forma más común de dirigirse en segunda persona. En el vocabulario de las personas de más edad o, en situaciones formales, al dirigirse a supe...

    Uso de reflexivos y de la voz pasiva sintética

    Existe en el PB una tendencia de omitir el uso de los pronombres reflexivos en algunos verbos, ejemplo: eu lembro (yo acuerdo —en el sentido de recordar—) en vez de eu me lembro (yo me acuerdo), o eu deito (yo acuesto) en vez de eu me deito (yo me acuesto). En general, los verbos que indican movimiento como levantar-se, sentar-se, mudar-se, o deitar-se son normalmente no reflexivos en el PB coloquial, aunque también es común oírlos haciendo uso del reflexivo. El uso de la voz pasiva analítica...

    El gerundio

    En muchos aspectos, el portugués brasileño se muestra más conservador que el europeo. Una característica heredada del latín es el uso del gerundio. Así como en el español o en otras lenguas romances, el empleo del gerundio es muy común en el portugués brasileño. El gerundio, aunque de uso frecuente en regiones de la mitad sur de Portugal como Alentejo o Algarve, es poco utilizado en el resto del país, donde se sustituye por la forma infinitiva, usando estar o andarsegún si se está realizando...

    ↑ «Portuguese». Ethnologue (en inglés).
    ↑ O trema não existe mais?
  11. People also search for